Grandes Olhos

Título Original- Big Eyes
Título Nacional- Grandes Olhos
Diretor- Tim Burton
Roteiro– Scott Alexander/Larry Karaszewski
Gênero- Drama/Biografia
Ano- 2014

– Abra os olhos!

É uma das deduções que podem ser aplicadas ao filme de Tim Burton que rendeu a Amy Adams (Margaret Keane) o Globo de Ouro na categoria melhor atriz comédia/musical. Curiosamente a atriz não foi sequer indicada ao Oscar 2015. O filme conta um pouco da conturbada história envolvendo o casal Keane, responsável pela popularização da arte pelo mundo a partir dos anos 60. Ela ficou conhecida pelos quadros com figuras com os olhos bastante destacados, conhecidos futuramente por Big Eyes.

Logo após abandonar o marido controlador Margareth encara os desafios de ser uma mãe divorciada em meados dos anos 50. Encontrando muita dificuldade naqueles tempos, por conta da desconfiança das pessoas frente uma mulher separada, ela tenta retomar sua vida e reencontrar seu espaço. Depois de empregar-se numa pequena fábrica de móveis a sua vida seguia com o suficiente para o sustento dela e da filha. Aos fins de semana ela ia às margens da baía de São Francisco tentar ganhar um pouco mais vendendo seus quadros e pintando pessoas usando seu estilo diferenciado.

Num desses momentos ela irá encontrar-se com o envolvente Walter Keane (Christoph Waltz) cheio de simpatia, bom humor e elogios ele seduz a ingênua Margareth que logo une-se a ele formalmente com o casamento. O ambicioso marido tinha uma vontade antiga de ganhar dinheiro vendendo quadros, mas ninguém valorizava suas obras, quando ele descobre que pode aproveitar-se do trabalho da agora esposa não hesita em assumir a frente na divulgação e venda do material.

Quando as coisas começam a deslanchar ele é questionado sobre a autoria das obras, imediatamente assume a criação no lugar da real artista, sua esposa. Mesmo depois da descoberta Margareth deixa-se levar pela lábia do malandro e vai caindo mais fundo no poço de submissão imposto pelo marido. É este drama que rende boa parte do tempo dispensado pelo filme. As atuações em geral são boas, especialmente dos protagonistas. A condução dos eventos é bem executada, mas o filme carece de mais substância, passando a sensação de que seria apenas uma narrativa afastada dos acontecimentos, não garantindo a imersão necessária.

Mesmo com seus problemas de aprofundamento, Grandes Olhos é um filme interessante no geral, aborda uma história banal inicialmente, mas que no final apressa-se para um desfecho inusitado que traz alguns dos melhores momentos de todo o filme. Por ser muito plano em sua condução não desperta aquele interesse grande do espectador, mas é uma obra que vale a pena dar chance e ao menos trará para aqueles que a conhecerem um pouco mais de atenção com pessoas “encantadoras” demais.

Intensidade da força: 7,5

2 opiniões sobre “Grandes Olhos”

Deixe seu comentário