Frozen: Uma Aventura Congelante

frozen

Título Original- Frozen
Título Nacional- Frozen: Uma Aventura Congelante
Diretor- Chris Buck/Jennifer Lee
Roteiro- Jennifer Lee/Hans Christian Andersen
Gênero- Animação/Comédia
Ano- 2013

- Congelando o mau humor…

Com sua proposta leve o longa animado Frozen chegou aos cinemas nacionais oficialmente no primeiro fim de semana do ano. Com o selo Walt Disney por trás, a obra busca trazer os contos de fada para a realidade atual e sem usar aquele excesso de ingenuidade do passado está provado que ainda há espaço para este tipo de proposta. Uma história de princesa em que a própria não segue aquele padrão certinho e perfeito que a própria Disney sempre se utilizou conferiu mais credibilidade a produção, mas os demais elementos como o romance encantado ainda teve sua presença, para não deixar as fãs muito desiludidas com seus sonhos. Um balanço muito acertado.

A história se passa num reino em que duas irmãs muito amigas viviam felizes até que uma delas acidentalmente fere a mais nova com seus poderes mágicos. É quando seus pais, temerosos por outros infortúnios, resolvem isolar-se do restante do povo. A irmã com poderes, Elsa, sofre ainda mais, pois, além de carregar a culpa pelo acidente da irmã Ana tem que ficar isolada de sua única e melhor amiga, vivendo um eterno sofrimento, numa analogia aos seus poderes congelantes. Aqui fica um dos pontos fora da curva na história. O sofrimento de Elsa é completamente desproporcional e irracional e, ainda que tente ser explicado e justificado, não faz o menor sentido.

A sorte é que sua irmã Ana tem um espírito livre e divertido, atenuando um pouco esse lado injusto. As duas crescem e quando é chegado o momento de Elsa assumir o trono um acidente acontece e as irmãs se desentendem por causa do príncipe Hans que abala o coração de Ana instantaneamente com sua perfeição quase irreal. Neste instante elas separam-se e Elsa foge do reino a fim de libertar-se das amarras de toda sua vida só que não percebe que deixa tudo congelado em seu caminho. Para reverter a situação, Ana vai tentar convencer sua irmã a voltar e tentar controlar os poderes só que a tarefa não será nada fácil e muitas aventuras e armadilhas aparecerão pelo caminho.

Com visuais muito bonitos, Frozen convence nesse ponto, mas escorrega um pouco na própria história que conta. Esse desbalanço causa certo desconforto e a solução dada no final põe em cheque tudo pelo que todos sofrem. Um desfecho que deixa um sentimento dual no espectador. Não fosse estes deslizes poderia ter sido uma obra bastante acima da média. Além disso, a insistência em dublar as músicas originais compromete em muitos momentos com interpretações pouco inspiradas e mal ajustadas à nossa língua. Muito melhor deixar no modelo original e colocar legenda, não é possível que alguns minutos de música com legenda causem tanto desconforto naqueles que não querem ler quando assistem a um filme. Ainda assim a produção conta com mais acertos que erros e com certeza será um dos nomes fortes na categoria para o Oscar 2014. O curta inicial é um show e virtual campeão em sua premiação.

Intensidade da força: 7,5

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
You can leave a response, or trackback from your own site.

4 Responses to “Frozen: Uma Aventura Congelante”

  1. Reiner disse:

    Concordo completamente com tudo. O sofrimento de Elsa foi desproporcional e a solução final foi tosca, apesar que eu já esperava.

    Para mim, o pior foi o musical, não aguentava mais quando a Ana falava “eternidade”. tapei os ouvidos várias vezes.

    Um abraço,

    • Bill Power disse:

      A personagem mais interessante disparada é a tratada com maior indiferença, apenas para dar espaço para aqueles mais “simpáticos” com o grande público. Caminho mais fácil.

      Abraços.

  2. Todo mundo falando bem do filme, um pouco mais que você até mas ainda não me animei.

    Vi aquele Villaça reclamando do mesmo que você em relação a dublagem das canções e tal. É tão triste que não tenhamos nenhuma opção de assistir animações em sua lingua original.

    Confesso que nem to muito animado com Frozen, devo acabar baixando e vendo em casa LEGENDADO.

    • Bill Power disse:

      Olha Márcio, o que expus na análise é bem a característica do filme. Se você curte mesmo animações vale a pena conferir o filme, mas, de fato é preciso um algo mais de ligação com o gênero para realmente aproveitar.

Leave a Reply

Powered by WordPress | Designed by: MMORPG Games | Thanks to Game Music, VPS Hosting and Shared Hosting