Red 2: Aposentados e Ainda Mais Perigosos

Título Original- Red 2
Título Nacional- Red 2: Aposentados e Ainda Mais Perigosos
Diretor– Dean Parisot
Roteiro- Jon Hoeber/Erich Hoeber
Gênero– Ação/Policial/Comédia
Ano- 2013

– Ainda mais surtado…

O primeiro RED foi uma agradável surpresa e realizarem uma continuação não foi nada surpreendente, em tempos que investir numa sequência é muito mais negócio do que arriscar uma obra nova. Agora o foco ficou ainda mais voltado para a comédia, muito embora ainda persistam os elementos de ação que trazem a intensidade para o título. 

Frank (Bruce Willis) está tentando viver tranquilamente ao lado de Sarah (Mary-Louise Parker), mas nem tudo está bem. Para ele não há nada de errado, ela, entretanto está um tanto entediada e gostaria de viver mais perigosamente como quando se conheceram, no primeiro longa. O amigo do casal Marvin (John Malkovich) está ainda mais insano e paranóico e acredita que algo está acontecendo e que eles devem agir, contudo Frank discorda. Só que a paranóia de Marvin, mais uma vez, se mostrará correta.

Um perigoso segredo sobre um projeto ultrassecreto está sob ameaça e o grupo de agentes aposentados é o principal alvo mais uma vez. Eles serão perseguidos pelo MI6, CIA e até por um assassino profissional, Han (Byung-hun Lee), desafeto do passado de Frank. Em meio a toda esta crise também irão tentar livrar o mundo da ameaça contida no projeto ao passo que buscam salvar as próprias vidas.

Este novo RED é uma espécie de versão anabolizada do primeiro, tudo isso leva a uma série de prós e contras: por ser mais exagerado há mais impacto nas cenas seja para o bem ou para o mal, além disso, sofre do mal de todo filme que trilha este caminho, o roteiro fica um tanto esvaziado e sem propósito se resumindo a uma série de desculpas para a piadinha seguinte ou a próxima explosão. O fato da personagem de Marvin estar mais louca também traz coisas boas e ruins; por ser um ator fora de série John Malkovich faz o papel brilhar e rouba a cena em muitos momentos, porém o seu lado de agente praticamente se perde por completo, um pecado para uma personagem com tanto potencial. A participação de Helen Mirren (Victoria) é marcante assim como no primeiro e coloca a badalada Catherine Zeta-Jones (Katja) no chinelo.

A produção tem mais altos e baixos que seu antecessor, mas ainda assim consegue agradar bastante no balanço geral. A mistura de comédia com ação e uso de personagens mais velhos fazendo mil e uma cenas de ação é para lá de divertida e interessante em muitos momentos, como a cena do carro com Victoria. Um filme que merece sua atenção sem dúvida alguma, mas que não consegue manter o equilíbrio apresentado pelo seu precursor.

Intensidade da força: 8,0

2 opiniões sobre “Red 2: Aposentados e Ainda Mais Perigosos”

Deixe seu comentário