Truque de Mestre

Título Original– Now You See Me
Título Nacional– Truque de Mestre
Diretor- Louis Leterrier
Roteiro-Ed Solomon/Boaz Yakin
Gênero– Ação/Policial
Ano– 2013

– Agora você não vê… 

Graças ao uso intenso da mágica o espectador de Truque de Mestre (tá aí uma boa mudança de título para a nossa língua) irá ficar perdido em alguns momentos tamanha as ilusões apresentadas na obra que mistura ação e crime, unindo a clássica fórmula dos filmes de “assalto” com a mágica. Uma proposta interessante que uniu duas premissas que meio que se completam, resultando numa produção deveras interessante e dinâmica.

Os mágicos J. Daniel Atlas (Jesse Eisenberg), Henley Reeves (Isla Fisher) e Jack Wilder (Dave Franco) tocavam suas vidas fazendo uso de seus talentos à sua maneira. Enquanto Wilder aproveitava sua habilidade para enganar os mais desatentos, e assim surrupiar suas posses, Henley e Daniel seguiam uma linha mais tradicional, ela com um pequeno show e ele realizando números nas ruas. Por último, mas não menos importante, estava Merritt McKinney (Woody Harrelson) que apesar de não ser um mágico na essência fazia parecer irreal sua habilidade de detectar o que as pessoas estavam pensando, por isso o chamam de “mentalizador”.

Estes 4 viviam separadamente até serem convidados misteriosamente. Daí por diante se passa 1 ano e eles estão atuando juntos num show no qual anunciam que irão assaltar um banco. Deste momento em diante suas vidas mudam completamente e pouco a pouco a razão por trás do convite irá se delinear. Apesar dos esforços do FBI, liderados pelo esforçado, mas limitado Dylan Rhodes (Mark Ruffalo), os agora criminosos estão sempre um passo à frente dos policiais. É aí que entrará a personagem interpretada por Morgan Freeman (Thaddeus Bradley). Dylan ainda conta com a ajuda da bela, porém inexperiente Alma Dray (Mélanie Laurent), agente da Interpool.

O jogo de gato e rato se inicia e o longa faz constante uso das memórias para pouco a pouco ir revelando como as armações dos 4 Cavaleiros (assim se denomina o grupo) foram realizadas. Como se tratam de truques de mágica é tudo muito bem bolado, conferindo bastante diversão a cada ato. Some-se a isso a atuação impecável de Woody Harrelson que simplesmente rouba a cena dos mais badalados Jesse Eisenberg, Mark Ruffalo e Morgan Freeman, e está composta a receita de uma produção bem balanceada, intensa e cativante que deixará o espectador ligado em cada detalhe até último instante.

Todavia, não há só acertos em Truque de Mestre. Toda fórmula tem sua base e aqui ele não foge do básico, como as idas e vindas para explicar as magias. A trama do tipo de “desconfie de todo mundo”, mesmo bem realizada, dificilmente apresenta um resultado perfeito quando tudo se encerra. Além disso, em meio a tantas reviravoltas e explicações sempre fica algo meio nebuloso, dificultando a boa compreensão do que ocorre. Ainda que conte com tais deslizes, esse é um filme acima da média e que merece sua atenção.

Intensidade da força: 8,5 

Deixe seu comentário