A Fuga

Título Original– Deadfall
Título Nacional- A Fuga
Diretor– Stefan Ruzowitzky
Roteiro– Zach Dean
Gênero– Drama/Policial
Ano- 2012

– Fugindo das opções…

Entrando numa daquelas ondas de falta de opções que volta e meia se repetem nas grades de programação dos cinemas A Fuga se revela como uma boa escapatória neste momento. Com Eric Bana (Addison) e Olivia Wilde (Liza) o filme mistura um pouco de drama, ação e aspectos policiais na busca de produzir uma trama que consiga prender a atenção do espectador durante o período em que é exibido.

A dupla de irmãos está em fuga de um roubo bem sucedido, quando o carro perde o controle e eles sofrem um acidente. Deste momento em diante começa um drama para o casal que irá se separar no intuito de facilitar o sucesso de ambos em sua empreitada. A jovem irá se encontrar com o encrencado Jay (Charlie Hunnam) que está recém-saído da prisão e tenta voltar para casa, mas não sabe como encarar seu pai. Já Addison irá ter uma vida mais difícil em sua caminhada pela neve e irá se debater frente a muitos obstáculos que não hesitará em eliminar de seu caminho.

A proposta de A Fuga é trivial, mas o desenvolvimento não é dos piores, muito embora envolva uma pequena dose de romance e sentimentalismo pelo lado da personagem de Olivia Wilde, isso não chega a arruinar a obra. Pelo lado de Eric Bana o foco é mais voltado para o crime, culminando, na cena final, com uma explosão de tensão dos envolvidos, que, apesar de pouco original consegue prender devido ao bom trabalho de Bana na interpretação. O destaque fica por sua conta, sempre que aparece tem-se a certeza de que algo bom irá surgir na tela.

Um filme simples, mas honesto, se revela uma alternativa válida em momentos de falta de opções, mas não deve ser encarado como algo maior do que realmente é, pois poderá levar a certo desapontamento. Dito isso é garantida a fuga bem sucedida e o investimento proveitoso de seu período na sala do cinema.

Intensidade da força: 7,0

Deixe seu comentário