Detona Ralph

Título Original- Wreck-It Ralph
Título Nacional- Detona Ralph
Diretor- Rich Moore
Roteiro- Rich Moore/Phil Johnston
Gênero– Animação/Comédia
Ano- 2012

– Retrodetonando…

O Power Cinema foi conferir o lançamento da nova animação da Disney/Pixar, Detona Ralph. O longa conta com diversas referências aos videogames em geral e muitas delas podem ser diretamente reconhecidas pelos fãs do entretenimento enquanto assistem. Muitas referências diretas a outros jogos foram utilizadas, mas entre os que podem ser diretamente reconhecidos estão; Street Fighter, Pacman há um pouquinho de Mario e referências a Starcraft. Vale ressaltar que apesar de se fundar em jogos eletrônicos no geral a animação não se esgota somente nisso e deve agradar também aqueles que buscam apenas uma diversão mais infantil, seja criança ou adulto.

A personagem Ralph faz parte de um jogo à moda antiga no qual o objetivo dele é destruir as coisas (um prédio mais especificamente), enquanto o mocinho, Felix, é responsável por reconstruir o que é destruído pelo protagonista. Porém, depois de muitos anos de trabalho, Ralph se encontra cansado de sua atividade e solitário, pois, como é o vilão, ninguém se aproxima dele deixando-o isolado. Ele entra numa espécie de crise existencial e passa a questionar o que realmente quer ser e isso o levará a inúmeros problemas.

Tudo começa quando Ralph passa a acreditar que para ser aceito ele devia mostrar que poderia ser o mocinho e que isso seria reconhecido se ele ganhasse uma medalha. Sem conseguir seu objetivo dentro do seu próprio jogo, ele se infiltra em outros brinquedos até conseguir a recompensa. Só que isso lhe trará muitos problemas e porá em risco todos os demais jogos da casa de fliperamas em que vivia. Em meio a toda esta confusão ele irá conhecer uma personagem de outro jogo chamada Venelope que irá complicar ainda mais sua situação.

Abusando da criatividade e das brincadeiras, Detona Ralph restaura um pouco daquilo de bom que a Pixar pode produzir, e lembra que o estúdio ainda pode sim produzir trabalhos realmente bons e dignos de toda a história que construiu. O estilo segue a linha mais exagerada e colorida, focando seu apelo bastante no público mais infantil, mas há espaço para os mais velhos também se divertirem, muito embora isso se limite mais aqueles que tenham ligação ou reconheçam todo o ambiente baseado nos antigos games criados.

Ainda que não seja aquele primor é uma obra bastante agradável e bem feita no geral. O filme entrega o que se propõe e não busca ser mais do que é, e isso também é importante. Todavia, há momentos bastante bobinhos que podem cansar e muito embora as referências aos jogos sejam divertidas e bem boladas elas terminam sendo uma minoria no balanço geral. Provavelmente não por culpa da Disney, mas pela ganância dos detentores dos direitos sobre aqueles games, mas os planos para uma sequência estão em andamento e as primeiras notícias é que seria mais focado em personagens conhecidos de outros jogos. Vamos torcer, pois seria muito bem vindo.

Intensidade da força: 8,0

2 opiniões sobre “Detona Ralph”

    1. Bom saber que concordamos nessa Márcio! É foda ver uma animação sem ser dublada. O pior é que temos que agradecer tem cidade grande aí em que as pessoas simplesmente não conseguem ver certos filmes por conta de todos virem dublados. Aí é dose!

Deixe seu comentário