Mudando de Assunto… Simplesmente…. One Piece!

Que o Power Cinema adora cinema vocês já sabem! Que tentamos não ser tão chatos vocês também já sabem e talvez já conheçam a nossa predileção por animes (aqueles “desenhos” japoneses).

Mudando de assunto e totalmente inspirado por um vídeo que terminei de assistir resolvi criar este post para apresentar a quem ainda não conhece ou mesmo quem já ouviu falar, mas não se interessou, pelo maior anime da atualidade, responsável por inúmeras quebras de recordes. Sim, One Piece (para os íntimos, simplesmente OP). A história é simples num primeiro olhar e pode não despertar maior atenção, quem sabe a temática de navios e mares estimule mais do que o resto. Bem, o que importa é que é fantástico.

Num breve preâmbulo temos o jovem Luffy (Ruffy em português literal) que vive num mundo em que os oceanos regem as vidas dos povos, neste contexto existem os Piratas (nem sempre vilões) e o Governo Mundial (nem sempre mocinhos) que tentam se impor perante o restante. Nesta constante batalha surge este pequeno ponto, esta chama que tem um sonho simples e banal; se tornar o Rei dos Piratas! Ele se inspira no maior nome daquele universo, Gol D. Roger (Gold Roger). Sem uma família a quem se apegar ele parte para o oceano em busca de seu sonho e para isso irá precisar de uma tripulação. É a partir daí que começam as aventuras deste que se consolidou como o maior nome dos Shonens (animes de luta/ação) de todos os tempos, superando até mesmo ícones como Dragon Ball (em termos de popularidade).

Na sua trajetória ele irá se encontrar com Zoro – O caçador de piratas- que se torna um pirata e tem o sonho de ser o maior espadachim do mundo; Usopp que quer ser um guerreiro e poder contar a maior aventura de todos os tempos; Nami quer se tornar a maior navegadora e mapear o mundo por completo; Sanji quer descobrir o mar onde todos os peixes existem e assim ser o maior cozinheiro; Chopper -A Rena (guaxinim!EHEH) que ser o maior médico; Robin quer ser a maior arqueóloga e descobrir todos os segredos do passado do mundo; Franky – O Ciborgue- quer fazer o primeiro Navio que irá conquistar todos os mares e Brook – O imortal- quer apenas realizar o sonho dos amigos que morreram e cumprir a promessa de alcançar o One Piece (o “tesouro” que teoricamente Gold Roger guardou “lá”).

É este time fantástico que irá compor o elenco, juntamente com outros amigos, vilões, aliados e isolados desta história rica, envolvente, surpreendente e muito mais profunda do que um primeiro olhar pode denunciar. One Piece pode te enfadar no começo, pode te fazer perder as esperanças de que irá engrenar em outras situações, mas não desista, insista , porque, após os seus 600 e poucos capítulos (anime) você ficará completamente extasiado, exultante com momentos épicos, sofridos, alegres que nenhuma outra obra foi capaz de entregar com tamanha qualidade e completude.

Momentos como o resgate da companheira Robin, a busca pelo irmão Ace Punhos de Fogo, o adeus do Going Merry (quase choro aqui…) são desde grandes arcos a pequenos momentos que fazem de One Piece uma saga única, um diário de bordo maravilhoso que torna quase impossível que o espectador/leitor não se envolva e não queira saber mais. Enquanto alguns rivais sofrem com inconsistências na história, reclamações de fãs, na Saga dos Mugiwara (nome da tripulação) raramente se tem momentos de queda e mesmos nestas horas não se deixe enganar, pois alguma revelação estará contida ali e você só descobrirá dezenas de capítulos mais a frente e se encantará e admirará ainda mais a mente brilhante de Eiichiro Oda criador da obra.

É por estas e outras que me senti compelido a criar este tópico fora de contexto para convidá-los a dar uma chance a esta excelente e rica história, mesmo que você se irrite com o começo ou se enfade com a saga pós Alabasta, não desista, pois você será recompensado mais que satisfatoriamente e verá que nada do que viu foi em vão, fazendo parecer que tudo aquilo nem foi tão chato quanto pareceu em certo momento. Com todo respeito a outros grandes nomes que posso ter parecido injusto aqui hoje digo sem medo que somente Berserk é capaz de rivalizar com One Piece em termos de riqueza de história, momentos de intensidade, personagens e todo um pano de fundo que faz você nunca parar de pensar, mesmo quando está aguardando os episódios acumularem um pouco.

Claro, que não irei esquecer de deixar o vídeo soberbo que cataloga alguns dos instantes mais emocionantes vividos nesta fascinante jornada que os convido a compartilhar!

 

Deixe seu comentário