Mega Atualização: As produções dos quadrinhos ganham força!

Se antes já se tinha uma birra com filmes baseados em quadrinhos agora é que a situação tende a se agravar, pois estas produções estão ganhando ainda mais força, desde a entrada da Marvel como estúdio, o reboot de Batman e, agora, o excelente retorno da Fox com X-Men: Primeira Classe. Aqui vão algumas atualizações a respeito de alguns filmes que serão baseados em quadrinhos:

Batman – The Dark Knight Rises:

Foi definido que o longa terá valor estimado em $250 milhões de dólares. Isso já dá uma dimensão do tamanho da obra e da liberdade dada a Christopher Nolan, naquele que promete ser o mais épico de todos os filmes baseados em HQ’s.

O valor divulgado é apenas relativo a produção do filme e não engloba o gasto com marketing. Se seguirá a mesma de linha de ” A Origem”, usando uma estratégia mais viral não se sabe, mas deve ser improvável, haja vista se tratar da galinha dos ovos de ouro da Warner no momento. Há notícias também de que o filme poderá focar no aspecto político como fator que conspira contra o anti-herói.

Vingadores:

As filmagens do filme estão acontecendo no Novo México e sugerem que Hulk estará aprontando das suas (se para bem ou mal ainda não se sabe), ou seja, tem tudo para ser um longa épico! O filme também deverá passar por Cincinnati e teve seu orçamento estipulado em $170 milhões, mais uma boa notícia para quem aguarda com ansiedade, pois já denota confiança dos executivos a injeção de um capital dessa monta que se bem trabalhado pode render ótimos frutos. Há expectativa que Thanos, um titã do universo Marvel de Thor apareça também e seja um dos vilões da trama, já que o cubo cósmico visto no final de Thor já aponta que Loki estará envolvido também.

Até agora são muitas especulações, mas ao que tudo indica as coisas parecem caminhar de forma bem empolgante para que acompanha e anseia por assistir o filme. Resta aguardar.

Demolidor:

Para quem ainda não sabe, sim, o “homem sem medo” também está na lista para retornar as telonas e ter uma nova chance de provar seu valor e também se redimir da má impressão causada com sua primeira aparição solo. Brad Caleb Kane foi escolhido para roteirizar a trama. Ele já foi responsável pelas séries Fringe (de algum valor) e  Crash. A obra já conta também com David Slade (Menina Má.com, 30 Dias de noite e a Saga Crepúsculo: Eclipse), ou seja, altos e baixos. Uma boa notícia pode estar no fato de que pretendem usar o arco de histórias de Frank Miller David Mazzucchelli (Born Again). Resta aguardar e torcer para que seja bem aproveitado, bom material possuem.

Reboot para Quarteto Fantástico?

Querendo tirar proveito da boa fase trazida com X-Men e se utilizar do talento de Matthew Vaughn que emplacou dois ótimos trabalhos (Kick Ass e X-Men: First Class) e deve estar ainda relativamente barato e com uma agenda pouco atribulada. A Fox quer se valer disso e já tentar revigorar o Quarteto Fantástico, depois dos 2 médios primeiros filmes. A verdade é que o estúdio sempre fominha  está um pouco desesperado, pois não tem muitas alternativas para fazer um caixa gordo e sabendo que seus direitos sobre algumas propriedades da Marvel se encerram em pouco tempo quer sugar tudo que pode, enquanto tem chance.

A ideia de já ter uma recomeço de Quarteto é precoce, mas se for bem executado pode sim render frutos e fazer com que apague as má impressões causada pelos primeiros filmes, contanto que seja bem feito, claro!

Superman:

Por último, mas não menos importante, Superman. A Warner está um pouco desesperada também para colher seus frutos sobre as propriedades intelectuais que possui frente aos quadrinhos da DC. É sabido que num portolio que conta com a Liga da Justiça (Batman, Superman, Mulher Marvilha, Lanterna Verde e Flash) somente um destes estar conseguindo emplacar é um resultado para lá de pobre. Sendo assim o estúdio continua em sua busca por conseguir revitalizar o homem de aço ao seu status de glória dos idos de Christopher Reeve. Um novo problema surgiu, pois, as famílias dos quadrinistas que idealizaram o herói exigem parte dos lucros com o que foi arrecadado até hoje com o Superman.

Isto poderia resultar em dois filmes distintos sobre a origem da personagem, criando uma situação para lá de embaraçosa e desagradável para todo mundo, não somente a Warner e DC Comics. Tomara que encontrem uma composição que agrade todos e apenas Men of Steel conheça a luz do dia em algum dia de 2012.

Por aqui encerra-se este longo update sobre o que anda acontecendo recentemente nas produções baseadas em quadrinhos, ou, aquilo de mais relevante. Nos encontramos em algum momento do tempo e espaço! Até lá abraços Power!

Deixe seu comentário