A Lenda dos Guardiões

Título Original– Legend of the Guardians: The Owls of Ga’Hoole
Título Original- A Lenda dos Guardiões
Diretor– Zack Snyder
Roteiro- John Orloff/Emil Stern
Gênero– Animação/Aventura/Ação
Ano– 2010

– Um voô belo, destemido e corajoso…

“Como pode um filme tão bacana pelos trailers estar tendo médias tão baixas no Rotten Tomatoes e no IMDB?” Eu fui à sessão de A Lenda dos Guadiões, animação lançada no começo do mês no Brasil, para conferir se haviam razões para tanto. Eu aguardava com muita ansiedade por este longa, desde que vi seus primeiros trailers. Os mesmos produtores de Happy Feet, para mim uma das melhores animações fora da Pixar já produzidas. Tudo prometia muito! As imagens mostravam um nível de CG bem acima do trivial. O que então resultava num filme com a baixa repercussão que vem tendo? O fato é que a nota aumentou bastante no IMDB e no Rotten Tomatoes, e agora não está tão baixa assim. Existem algumas razões sim, mas como sempre, neste caso mostram mais incompreensão com a obra do que outra coisa.

A história começa com o sonhador Soren recontando a famosa lenda dos heróis corujas que salvaram o mundo em tempos passados: Os Guardiões. Seus pais e sua irmã Eglantine achavam toda aquela animação de Soren muito divertida e todos ficavam alegres, exceto seu irmão Kludd que considerava tudo aquilo apenas um conto de fadas, uma bobagem de seu irmão mais novo, mas que na verdade escondia o verdadeiro caráter do seu parente.

Os irmãos eram um pouco rivais e estavam aprendendo os primeiros passos de como voar e num desses treinos eles caem no chão e ficam em apuros, pois eram alvos fáceis de predadores, no entanto são salvos por corujas maiores que os levam a um lugar estranho. Durante a viagem eles conhecem outra corujinha, Otulissa, enquanto são transportados. Chegando ao local eles descobrem que iam se tornar escravos de outras corujas que estavam sendo lideradas pelo Bico de Ferro um dos inimigos das histórias que Soren adorava contar.

Os jovens conseguem escapar com a ajuda de um dos soldados, que na verdade fingia ser submisso. É a partir de então que suas aventuras irão começar. Eles agora terão que realmente achar os Guardiões da lenda, acreditando que toda aquela história realmente poderia ser verdadeira e partem em busca da árvore onde estes heróis viveriam. A jornada, obviamente, não seria nada fácil, mas eles vão contar com a ajuda de mais dois amigos que se unem no decorrer do percurso. Muitos perigos os aguardam nesta difícil jornada. Contar mais poderia estragar a diversão.

O que vale a pena informar é que tudo é muito belo e bem produzido, as cenas de ação são muito acima da média das animações tradicionais. O que ocorre talvez seja isso. O filme ainda é uma animação, seu apelo é mais infantil, porém não tem uma aproximação muito grande com este público. A história não é tão infantil assim, existem traições, insinuações à morte muito diretas, as lutas são muito ferozes, apesar de restar alguma inocência em tudo isso, não tem aquele apelo forte com os pequeninos. Para completar, o público adulto também não se aproxima porque uma história com corujas falantes sobre um lugar mágico em que grandes heróis vivem é algo muito ingênuo e a forma como a história é contada também é boba para um adulto, ou seja, o filme fica numa zona cinzenta, não consegue atrair muita atenção de nenhum dos públicos e talvez, por isso, tenha a recepção morna que vem recebendo.

A verdade é que é uma produção muito boa. O nível da computação é o melhor já exibido até agora neste gênero. As corujas são um show à parte, os efeitos dos cenários são soberbos, em sua grande maioria, e o jeito Zack Snyder de dirigir está marcado com as cenas em super slow que para alguns irrita, mas que dão um charme e uma emoção bem típicos. A questão maior talvez seja esta; Zack não conseguiu fazer um filme suficientemente infantil. Dá para perceber elementos adultos na obra de forma muito clara e isso afastou o público. Uma grande pena, pois é muito bem feito no geral.

O 3D está muito belo e convence. É uma grande lástima tudo isso. A torcida fica para que os estúdios não tenham gerado altas expectativas no longa, pois isso pode refletir em futuros trabalhos do diretor que é sondado para várias produções de peso. Se você procura um filme bem distinto, com ótimos níveis de produção. A Lenda dos Guardiões é a sua pedida. Pode levar os pequenos, eles irão se divertir, talvez não tanto quanto em outras histórias, mas ainda assim a mágica que atrai as crianças está lá e para você adulto não será uma completa perda de tempo.

Intensidade da Forca: 7,5

Deixe seu comentário