Julie & Julia

Título Original- Julie & Julia 
Título Nacional- Julie & Julia 
Diretor- Nora Ephron 
Roteiro– Nora Ephron/Julie Powell 
Gênero– Biografia/Drama/Comédia 
Ano– 2009 

– Uma história interessante..

Esse filme conta a história de Julie Powell (Amy Adams) uma funcionária que trabalha com seguros e tem uma vida com poucas perspectivas de crescimento, mas vê tudo mudar quando se impõe o desafio de fazer mais de 500 receitas do livro de Julia Child (Meryl Streep) em 1 ano. O filme é baseado no livro da personagem que encabeça o longa, ou seja, se trata de uma história real o que acrescenta ainda mais curiosidade pelos acontecimentos contados. O longa ainda conta com Stanley Tucci como o marido de Julia Child, interpretando Paul Child e Chris Messina fazendo às vezes do marido de Julie, Eric Powell. 
Tudo começa quando Eric estimula Julie a se desafiar e traçar um projeto. Como ela era grande fã de Julia Child, uma cozinheira famosa nos EUA por ter trazido os hábitos de cozinhar dos europeus para os americanos. Surge a ideia inusitada de conseguir cozinhar todo o primeiro livro de receitas de Julia num período de um ano só que o livro continha mais de 500 receitas e já se via que não seria uma tarefa nada fácil. Toda a inspiração para esse desafio se deveu ao fato de Julie acreditar que era semelhante a Julia em muitas coisas durante o período em que Julia viveu na França, pois o marido trabalhava para o governo americano e naquele período pós Segunda Guerra mundial tudo era muito suspeito. 

Nem sempre Julia soube cozinhar, na verdade ela só sabia comer e apreciar a comida ainda, mais na França conhecida por sua cozinha privilegiada. Depois de muitas tentativas frustradas de ocupar seu tempo fazendo outras coisas, Julia decide tentar aprender a cozinhar e termina tomando gosto pela coisa. Naquele tempo a arte culinária era um privilégio dado apenas aos homens e, por conta disso, Julia encara muito preconceito nas aulas, mas com dedicação ela supera todos os seus colegas e termina ganhando o respeito de todos. 

Na outra ponta da história está Julie que não conseguiu realizar seus sonhos (que era de ser uma escritora) e tinha um trabalho medíocre, enquanto suas amigas de faculdade prosperavam em suas profissões escolhidas. Sem maiores ambições ela se atira de cabeça na ideia de fazer um blog em que contaria como viveria o dia-a-dia do seu desafio. No começo Julie também encara a desconfiança das pessoas, mas persevera na sua luta e vai alcançando dimensões que nunca imaginara inicialmente. Até mesmo termina passando por alguns problemas no seu casamento, mas que conseguem ser superados por causa do constante apoio de seu marido. 

O filme é bem simples, mas bem feito e tem isso potencializado pela presença de uma atriz muito grandiosa como Meryl Streep e uma emergente e, também excelente atriz, Amy Adams. Existe de tudo no longa, um pouco de drama, um pouco de comédia e isso dá um bom ritmo a história não deixando o filme ficar enfadonho. Também não se trata de nada muito ambicioso, mas que dá conta plenamente daquilo que propõe que é contar a história de Julie que nada mais é senão uma lição de vida de que nunca é tarde para começar. É sempre possível perseguir seus sonhos, mesmo que nem sempre seja pelos caminhos mais óbvios. Existem outras mensagens também, mas o mote principal é esse. Não há sobras nem muitas arestas, mas também não é marcante. Um bom programa para quem curte cinema e cozinha, enfim. 

Intensidade da força: 7,5

Deixe seu comentário