Trama Internacional

Título Original– The International
Título Nacional- Trama Internacional
Diretor- Tom Tikwer
Roteiro- Eric Singer
Gênero- Thriller/Policial
Ano-2009

– Trama Internacional um filme…

Milhares de adjetivos foram usados pelo narrador do trailer de Trama Internacional, filme estrelado por Clive Owen (Louis Salinger). Desde misterioso, até ambicioso, passando por intrigante, corajoso e por aí vai. Só faltou a “vozinha” do narrador para dar aquela emoção. O que importa, no entanto, é que o filme satisfaz dentro daquilo que propõe tratar; os negócios escusos das grandes corporações financeiras mundiais (bancos) e como as coisas de fato ocorrem nesse covil de raposas disfarçadas de cordeiros.

Louis Salinger é um agente da Interpool, outrora da Scotland Yard, que gastou boa parte de sua vida profissional cassando pessoas que utilizam os bancos como fachadas para se envolverem em negócios que envolvem tráfico internacional de armas e associações com organizações criminosas de toda espécie, sejam elas revolucionárias ou terroristas. Negócio este que da forma apresentada no longa só traz lucro aos bancos e prejuízos não só às próprias organizações que fazem negócios com eles, mas, principalmente, aos inocentes, alvos dos destemperos desses sindicatos do crime.

Louis não está sozinho nessa luta. Ele conta com a ajuda de Eleanor Whitman (Naomi Watts) agente do FBI. Juntos eles tentam uma forma de pegar os chefões dos negócios, mas eles sempre estão à frente e ainda contam com a complacência do sistema judiciário e policial. Essa parte, inclusive, é bem interessante e mostra que a corrupção acontece em outros países também. A diferença talvez esteja no grau para poder corromper um policial ou juiz, enquanto aqui com meia dúzia de dinheiros se consegue isso, lá é preciso uma “persuasão” mais atraente.

Vítima de uma conspiração que o impediu de concluir sua missão no passado. Louis se tornara um compulsivo e neurótico, perdendo a noção de como agir em muitas situações durante o filme. Todos os motivos sempre conspiram contra os mocinhos, mas tal aspecto não é posto de forma ingênua durante a película, sempre se busca manter uma fidelidade com a realidade numa tentativa de alertar a quem está ali assistindo sua sessão.

O filme conta com um bom elenco, mas as atuações não estão inspiradas ou talvez falte aquele “glamour” para que os personagens se apresentem de forma mais simpática a quem assiste. Às vezes, a crueza das situações e o apego ao realismo, mais atrapalham que ajudam. Um momento que ajudou foi na cena do tiroteio (melhor e única cena de ação do filme). A cena ficou ótima, com boa continuidade, boa produção e direção e atenção aos detalhes ficou na medida, sem exageros nem faltas.

Trama Internacional não é um filme de ação. É mais investigativo, mais focado nos detalhes das ações (justamente pelo apreço ao realismo) dos agentes, portanto, ao assistir, não procure um filme movimentado, pelo contrário, é um filme para se assistir com muita atenção e por isso também se torna cansativo já que a narrativa parada compromete o desenvolvimento. O balanço final é positivo, no final poderia ser melhor, mas como ficou o resultado consegue agradar.

Intensidade da força: 6,0

Deixe seu comentário