X-Men A Origem: Wolverine

Título Original- X-Men Origins:Wolverine
Título Nacional- X-Men A Origem:Wolverine
Diretor- Gavin Hood
Roteiro- David Benioff/Skip Woods
Gênero- Ação
Ano- 2009

– Coitado do Wolvie…
A culpa não é inteira do filme em si, mas de uma mal fadada revista que conta as origens do herói mais famoso do universo mutante da Marvel. Na execução de uma idéia equivocada, difícil seria que o fruto daquela idéia pudesse sair melhor do que a fonte que se baseou. É o que acontece com o filme de Wolverine. O filme é bem produzido no geral, com cenas de ação manjadas, mas bem feitas em sua maioria e com qualidade razoável, mas a base que motiva todos os eventos é a pior possível. O filme fica marcado, então, por este empecilho.

Na tentativa de dar uma origem ao misterioso passado de Wolverine, nunca antes contado no universo clássico da Marvel, no qual havia apenas insinuações aqui e acolá. O que se sabia, de fato, era que Wolvie fora resultado de um projeto armamentista do exército americano que utilizava os poderes mutantes em favor de seus interesses. Bom, isso foi preservado pelo menos. As demais nuances de uma história de vida é que foram drasticamente alteradas inclusive com interlocuções com a história dos X-Men, coisa nunca antes aventada na série clássica.

Nessa “origem” do herói o antes John Logan (Hugh Jackman) agora se chama James numa sugestão que não só seu sobrenome fora mudado, como também seu primeiro nome. Mais que isso, Logan agora tem garras de osso quando criança e seria meio-irmão de seu arquiinimigo da série original, o Dentes-de-Sabre (Victor Creed). Por aí já se mede a salada que fizeram com a história que poderia se formar na cabeça dos que liam o quadrinho clássico. Garras de osso? Meio-irmão de Dentes-de-Sabre? É muita viagem. Para os que acompanham toda a linha do universo da Marvel existem especulações de que no Universo Ultimate (muito elogiado por alguns e odiado por outros) Wolvie poderia até ser pai de Dentes-de-Sabre. Aí é dose!

Toda uma história confusa e cheia de buracos não contribui nenhum pouco para que o resultado final desse longa seja realmente interessante. Tudo bem, Hugh Jackman tem talento como ator sim, assim como Liev Schrieber (Dentes-de-Sabre), mas o restante do elenco tem desempenho medíocre e pouco inspirado. Gambit então! Como os fãs esperaram por Gambit (Taylor Kitsch) em X-Men e quando se deparam com a inserção forçada do herói mutante mais charmoso e cafajeste desse mundo me colocam um Gambit completamente caricaturado que não convence. Outra aparição muito aguardada foi a de Deadpool (mutante relativamente recente, mas que caiu nas graças de muitos fãs), outra decepção. Além da ponta que foi dada a ele, fizeram com que ficasse também muito desestruturado em sua essência.

O filme falha em muitos aspectos, mas não se pode criticar por ter fugido do que a fonte que o inspirou propunha. Ele é bem fiel e bem voltado ao público “teen”, filão que a odiosa “Fox” faz questão que seus filmes sejam inseridos para faturarem mais. Bom, o filme teve uma estréia forte, mas já decaiu vertiginosamente nessa segunda semana e a tendência é continuar ladeira abaixo, não só por ser ruim, como também encontrou um páreo imbatível que é o excelente Star Trek que será o filme do ano a ser batido.

A experiência não foi nada boa e para piorar dizem que o filme já tem uma continuação agendada. Bom, que seja então, contanto que desistam da idéia de um X-Men Origins: Magneto e Deadpool, está ótimo, pois darem uma historinha meia-boca para Magneto como deram para Wolverine seria o cúmulo e um pecado para o segundo mais importante personagem do universo mutante.Infelizmente não dá para tirar quase nada de bom desse filme, a não ser que você conheça pouco dos quadrinhos clássicos do universo X-Men ou tenha gostado da revista das Origens de Wolverine não sobram muitas razões para ir ver este filme. Não foi dessa vez que acertaram mesmo com um filme baseado na realidade dos X-Men.

Intensidade da força: 4,0

5 opiniões sobre “X-Men A Origem: Wolverine”

  1. Tudo tranquilo! É normal se gostar de filmes que vez em quando não são tão bons, pois tem muito do gosto pessoal. O filme não é tão bom, no entanto.

  2. A “torresmada” vale sim, com certeza. Dá para divertir o filme. Com certeza você fica mais irritado quando assiste um filme desses no cinema. A expectativa é maior.

    Eu ouvi dizer que o filme das origens de Magneto será com mesmo roteirista de Batman (os 2 últimos), na verdade estão em conversações com ele. Espero que role, pois aí minha esperança aumenta.

  3. Po tomara que no segundo filme melhorem e muito na historia, assim como hulk foi patetico no primeiro, todos esperando megas lutas e a unica luta é contra um poodle e outro cachorro gigante…
    Vamos torcer para eles melhorarem a partir do segundo filme

    []s
    Vul

Deixe seu comentário